• Português

Normas globais e regionais

Normas globais e regionais/

O mandato da ONU Mulheres inclui um componente de coordenação das ações em prol da igualdade de gênero no Sistema das Nações Unidas. Neste sentido, a organização lidera o Grupo de Trabalho Gênero, Raça e Etnia, para incorporação da intersetorialidade da perspectiva de gênero, raça e etnia no escopo da equipe-país das Nações Unidas. São alguns dos pontos de atenção do GT:

Transversalidade de gênero e projetos temáticos – nas ações da ONU Brasil com parceiros em ações chave para a promoção da igualdade de gênero. Destacam-se projetos para capacitar agentes da área de saúde em estados selecionados na atenção às vítimas de violência sexual e uma ação específica de atenção a mulheres migrantes e refugiadas no estado de São Paulo.

Articulação para promover apoio coordenado às iniciativas da sociedade civil – por meio do GT, são coordenadas respostas de apoio a sociedade civil que chegam a diversas agências das Nações Unidas nos temas de igualdade de gênero, raça e etnia.

Defensoras de Direitos Humanos – apoio à defesa pública de mulheres ameaçadas, intimidadas, perseguidas e vítimas de violência política face à sua atuação em defesa dos direitos humanos das mulheres e promoção de diálogo entre as diversas organizações da sociedade civil e movimentos de mulheres e feministas do Brasil e da América Latina e Caribe.

Década Internacional de Afrodescendentes – a promoção e proteção dos direitos humanos de afrodescendentes tem sido uma prioridade para as Nações Unidas. Sob o lema “Pessoas afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, a ONU está mobilizando diversos setores para enfrentar o racismo, com esforços concentrados entre 2015 e 2024. Nas Américas, vivem mais de 200 milhões de afrodescendentes, sendo mais de 100 milhões somente no Brasil. No Brasil, as ações visam entre outros, enfrentar o racismo institucional, reduzir a mortalidade da juventude negra, empoderar as mulheres negras e apoiar implementação de ações voltadas à saúde da população negra. Saiba mais: decada-afro-onu.org

Normas globais e regionais/Confira >> Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50 em 2030