• Português

28.07.2017 - Defensoras da ONU Mulheres apoiam Marcha das Mulheres Negras, neste domingo (30), no Rio de Janeiro


Em vídeo para as redes sociais, Kenia Maria e Taís Araújo manifestaram apoio à manifestação das mulheres negras contra o racismo e a violência e pelo bem viver

Defensoras da ONU Mulheres apoiam Marcha das Mulheres Negras, neste domingo (30), no Rio de Janeiro/

Pelo terceiro ano consecutivo, mulheres negras fazem ato contra o racismo no Rio de Janeiro

Neste domingo (30/7), acontece a III Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver, do Rio de Janeiro, a partir das 9h, no posto 4 da praia de Copacabana. Uma das frentes de mobilização para a manifestação foi nas redes sociais. Desde a semana passada, Kenia Maria e Taís Araújo, defensoras dos Direitos das Mulheres Negras da ONU Mulheres Brasil, colaboram para a divulgação da marcha como expressão ao protagonismo político das mulheres negras no #JulhoDasPretas.

Conforme as organizadoras, a mobilização para a III Marcha das Mulheres Negras, no Rio, vem acontecendo, desde outubro de 2016, por meio de reuniões locais e debates sobre documentos acerca da situação das mulheres negras no Rio de Janeiro. “Com a marcha, nós, mulheres negras, marcamos mais um capítulo da nossa reação contra a conjuntura atual de desmonte das políticas públicas e reformas impopulares que atingem as mulheres em cheio. Queremos expor as nossas pautas. A nossa palavra de ordem é de enfrentamento ao racismo, sexismo, machismo e a violência contra as mulheres em todos os sentidos. Será uma marcha de mulheres negras leve, alegre e política”, completa Clátia Vieira.

A mobilização acontece pelo terceiro ano consecutivo, desde julho de 2015. Na época, a manifestação expressou mobilização do Rio de Janeiro rumo à manifestação nacional Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver, que reuniu 50 mil mulheres negras, em novembro daquele ano, em Brasília.

Em 2015, a ONU Mulheres apoiou a realização da Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver. Na ocasião, a subsecretária geral da ONU e diretora executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, presente à manifestação de 2015, declarou: “No meu país, na África do Sul, as mulheres são fortes e poderosas. E vejo que aqui no Brasil mulheres negras poderosas e fortes. Na África do Sul, as mulheres estavam à frente na luta contra o apartheid. E aqui no Brasil, as mulheres negras estão à frente da luta contra o racismo”.

III Marcha das Mulheres Negras no Centro do Mundo
Data: 30 de julho de 2017
Horário: 9h
Local: concentração no posto 4 da Praia de Copacabana (rumo à Praia do Leme) – Rio de Janeiro/RJ

 

Informações para a Imprensa
Mara Silva
Jornalista – Mulheres Negras Rumo a um Planeta 50-50 em 2030, da ONU Mulheres Brasil
(61) 3038 9142 | 99296 9522
mara.silva@unwomen.org