• Português

21.09.2017 - Líderes de negócios e filantropia aumentam o engajamento em iniciativas inovadoras para o empoderamento das mulheres


ONU Mulheres e lideranças corporativas unem forças para promover a igualdade de gênero como facilitador e acelerador para enfrentar os desafios globais

Líderes de negócios e filantropia aumentam o engajamento em iniciativas inovadoras para o empoderamento das mulheres/

Jack Ma, presidente executivo do Grupo Alibaba; Phumzile Mlambo-Ncguka, diretora executiva da ONU Mulheres; Melinda Gates, co-presidenta e administradora da Fundação Bill & Melinda Gates; e Nirvana Chaudhary, presidente do Grupo Chaudhary no Fórum Global de Líderes de Negócios e Filantropia 2017 para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres
Foto: ONU Mulheres/Ryan Brown

 
Em um evento de alto nível organizado pela ONU Mulheres no contexto da 72ª sessão da Assembleia Geral da ONU, Melinda Gates, co-presidenta e administradora da Fundação Bill & Melinda Gates; Jack Ma, presidente executivo do Grupo Alibaba; Nirvana Chaudhary, presidente do grupo Chaudhary; e Phumzile Mlambo-Ngcuka, secretária-geral adjunta das Nações Unidas e diretora executiva da ONU Mulheres promoveram uma conversa estratégica sobre como a ação coletiva pode ampliar as oportunidades para mulheres e meninas.

O diálogo entre um seleto grupo de líderes de negócios e de fundações focou no papel transformador que as empresas e as fundações podem desempenhar para apoiar a realização de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, incluindo o Objetivo 5 sobre igualdade de gênero. Destacou novas iniciativas, como a Aliança sem Estereótipo, convocada pela ONU Mulheres com grandes anunciantes e líderes da indústria das comunicações para promover um retrato mais realista e ambicioso das mulheres; a iniciativa “Fazer com que cada Mulher e Menina Conte” (Making Every Woman and Girl Count) para gerar, priorizar e usar dados de gênero para políticas baseadas em evidências e direcionadas; e a Coalizão da Inovação Global para a Mudança, com o objetivo de fazer com que a inovação funcione para o empoderamento das mulheres.

O grupo concordou que a igualdade de gênero é uma força para permitir e acelerar a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e que capacitar as mulheres é fundamental para enfrentar os desafios globais do século XXI, como pobreza, desigualdade e violência. No entanto, grandes lacunas de financiamento para mulheres e meninas representam barreiras significativas e impedem o progresso.

“Nós temos muito claro que os setores privado e filantrópico são parceiros essenciais para o nosso trabalho à medida que avançamos com a implementação da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. O apoio deles é fundamental para os esforços da ONU Mulheres, incluindo a construção dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, exigindo e liderando o investimento na análise de dados de gênero, eliminando os estereótipos de gênero na publicidade e promovendo maneiras pelas quais a inovação e a tecnologia possam funcionar melhor para mulheres e meninas”, disse Phumzile Mlambo-Ngcuka, diretora executiva da ONU Mulheres. “Este é o negócio de todos, e exorto os parceiros atuais e potenciais a se juntarem a este movimento para gerar as mudanças transformadoras necessárias”, acrescentou.

Os compromissos financeiros assumidos no evento apoiarão os esforços da ONU Mulheres para a consecução dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, expandindo as oportunidades econômicas das mulheres, promovendo a inovação, desenvolvendo métricas efetivas de dados de gênero, abordando normas e estereótipos regressivos e melhorando a segurança para mulheres e meninas em todo o mundo.

“Aprendemos com nossos parceiros que, se não olharmos a peça de gênero do nosso trabalho, nunca alcançaremos nossos objetivos e transformaremos as pessoas”, disse Melinda Gates. “Temos muita evidência anedótica sobre as mulheres em termos de suas vidas e meios de subsistência, e agora, estamos finalmente fazendo a pesquisa e coletando dados para informar políticas e programas. O gênero importa. Se formos sérios em alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, temos que investir em dados de gênero. Está no cerne do que fazemos “.

“A importância da igualdade e dos meios de subsistência das mulheres e das meninas é cada vez mais importante neste mundo. A Fundação Chaudhary tem mais de 40 iniciativas que abordam os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável com foco em mulheres e crianças em sua fase central. Estamos entusiasmados por embarcar no trabalho de dados sobre gênero no Nepal em parceria com a ONU Mulheres”, compartilhou Nirvana Chaudhary, presidente da Fundação Grupo Chaudhary.

São as lideranças globais de negócios e filantropia que prometeram apoiar a igualdade de gênero: Melinda Gates, co-presidenta e administradora da Fundação Bill & Melinda Gates; Jack Ma, presidente executivo do Grupo Alibaba; Nirvana Chaudhary, presidente do Grupo Chaudhary e presidente da Fundação Grupo Chaudhary; Sua Alteza Real, Princesa Lamia Bint Majed Al Saud, secretária geral das Filantropias Alwaleed; Carolyn Tastad, presidente do grupo da Procter & Gamble da América do Norte; Wang Guangfa, presidente do conselho e presidente do grupo Beijing Fazheng; Andrea d’Avack, presidente da Fundação Chanel; Keith Weed, diretor de Marketing e Comunicação da Unilever; Deepak Premnarayen, presidente executivo e fundador do ICS Group; José Caetano, diretor de Gestão de Pessoas do Banco Do Brasil; Kofi Appenberg, presidente do Conselho de Curadores da Fundação Ford; Anka Wittenberg, SAP Diversity & Inclusion Officer; e Elfrun von Koeller, sócio e diretor-gerente The Boston Consulting Group; entre outros.

A Aliança sem Estereótipo e a Coalizão da Inovação Global para a Mudança foram representadas por empresas como Alibaba, ANA, AT & T, Citi, Facebook, General Electric, Google, IPG, Mars, Microsoft, Publicis, P&G, SAP e Unilever.